dezembro 8, 2021

O PS5

Encontre todos os artigos mais recentes e assista a programas de TV, reportagens e podcasts relacionados ao Brasil

82 anos é atacado por moto suja, ATV Riders em Boston – CBS Boston

BOSTON (CBS) – Bicicletas sujas e ATVs cercaram e atacaram um homem de 82 anos em Boston na última quinta-feira. A polícia pediu ajuda ao público para identificar os suspeitos.

A vítima, Richard Bell, do Brooklyn, foi hospitalizada com ferimentos graves. Espera-se que ele sobreviva.

Quando o homem dirigiu seu Buick Century 1996 de Park Drive para Boyleston Street, 30 a 40 motos sujas e motociclistas o forçaram a parar no meio-fio, disse a polícia estadual. Muitos dos suspeitos começaram a quebrar o pára-brisa do carro da vítima.

Bicicleta suja e um grupo de pilotos de ATV atacam um homem do Brooklyn em Boston (Image Credit Mass. Polícia Estadual)

A polícia disse que o grupo seguiu Bell da Belston Street até a Straw Drive enquanto ele tentava sair de Allston. Então a multidão o cercou e atacou.

“Ele baixou a janela e pediu aos que estavam em outro carro liguem para o 911”, disse a polícia estadual. “Enquanto o vidro do carro da vítima estava abaixado, um dos motoristas, um homem, se aproximou dele a pé e começou a esfaquear a vítima pela janela aberta.”

Dirt Bike Riders on Boyston Street em Boston (Image Credit Mass State Police)

Os suspeitos jogaram o cachimbo e a pedra grande no para-brisa do carro.

Bell conseguiu ir a uma loja de conveniência em Allston, onde o EMS de Boston respondeu e o levou ao hospital.

Bicicleta suja e um grupo de pilotos de ATV atacam um homem do Brooklyn em Boston (Image Credit Mass. Polícia Estadual)

A neta de Bell disse à WBZ-TV na quarta-feira que estaria no hospital para agradecer. Ele disse que acabou de perceber que teria sido muito ruim.

“Ele recentemente passou por uma operação cardíaca séria e uma punção no coração o deixou em um caixão em vez de uma cama de hospital, por isso é muito triste pensar”, disse ele.

READ  Biden: O Papa diz que deve continuar a buscar a unidade

A polícia divulgou um vídeo de vigilância do grupo dos pilotos, mas não do agressor. Aqueles que testemunharam o ataque ou possuem fotos ou vídeos devem entrar em contato com a Polícia Estadual.